terça-feira, 2 de março de 2010

Um ano depois (nota do editor)

Sendo O Espólio a minha oferta de aniversário ao meu pai no ano passado, hoje O Espólio faz um ano.

O leitor de música foi actualizado tendo em conta este dia especial.

Rodrigo

20 comentários:

maura disse...

Srº Daniel,
votos de um feliz dia de aniversário.
Beijinhos
Maura

Daniel disse...

Este rapaz faz-me cada surpresa! Pois, mais minuto menos minuto, foi exactamente há 66 anos (ai, meu Deus, tanto tempo!) que eu nasci. (Eram três horas da manhã, mas a hora estava adiantada em relação à de agora, por causa da guerra.)
A nova selecção musical só poderia ter sido feita por quem me conhece tão bem quanto o Rodrigo.
Obrigado, meu querido filho. E obrigado, Maura, pelos parabéns.
Beijos.
Daniel

Ibel disse...

Depois de um ano arrasador, o Agosto de 2009 foi uma brisa na angústia pesada dos dias. Fui ver as ilhas encantadas dos açorianos, zelosos do seu paraíso mítico.

O meu interesse agudo pelos Açores deve-se à Eduarda/Dica , quando me empurrou para o Delfos, blogue do Manuel Sá Couto, micaelense de gema e coração. Entrei meio às escondidas, com o pseudónimo de Lia, nome pelo qual me apaixonei e nunca mais vou largar. A palavra continha letras do meu verdadeiro nome e soava-me musicalmente. Postei um comentário:"eu sou a Lia; som de veludo de vela e de véu". Gostei. E assim fiquei para os amigos transatlânticos, com abraços a abreijos. Depois houve peripécias interessantíssimas, cozinhadas e condimentadas pelo Manel, que me fizeram verter lágrimas inconsoláveis, quando o Delfos desapareceu numa manhã de Álcácer-Quibir. Ou foi de noite? Não sei, mas o desejado nunca mais regressou.

Tudo isto para quê? Para falar dos Açores? Sim e também e talvez não e logo se vê.

Para falar dos Açores faltam-me as palavras certas, sobretudo quando estas andam pelos trilhos do sangue, mas atraiçoam o olhar.Para falar dos Açores leiam os livros de Daniel de Sá, escritor de Santa Maria, mas que vive na Maia, em S. Miguel. Leiam e vão ver que Deus lhe deu o dom de colar as palavras à emoção certa e colectiva, porque eu senti o que ele escreve. Senti a presença do divino quando deparei com a Lagoa do Fogo, pimeiro espaço onde os meus ollhos se deitaram para a eternidade dos meus dias. Depois veio a a Azul e a Verde e a do Silêncio onde o chilrear dos pássaros era cristalino como nunca ouvi, num palco de árvores impossíveis espelhadas na água. E sempre as hortênsias e os retalhos de verdura e os pastos e o gado. E o mar, ah tanto mar!!!

Tudo isto para quê? Para dizer que num fim de tarde de sol, no Centro Cultural da Caloura, depois de um concerto de piano e canto lírico, onde tínhamos combinado o encontro, conheci o Daniel, mais a filha e genro e a neta, que se deliciou a brincar com a minha filha. O meu marido disse logo"Fidalgo, Fidalgo, sou eu, o dela é por empréstimo.

Estava um fim de tarde de conivência de afectos e havia uma árvore enorme e um banco onde me deliciei a ler o início da Terra Prometida. Do Daniel, naturalmente.

Tudo isto para quê? Para vos dizer que o Daniel faz hoje anos. Mais um . Para vos dizer que é meu amigo e peixe como eu. Que o conheci no Delfos e, mal li o primeiro texto, falei cá para os meus botões"Cuidado com ele. Aqui há escritor". E há. Acreditem. Visitem o Espólio. Blogue, claro. Sejam curiosos. Fico à vossa espera...

Tudo isto para quê? Para vos dizer que o Daniel faz hoje anos e é meu amigo. E Deus também. Só pode ser.

Jorge Conceição disse...

Caríssimo Daniel, um fortíssimo abraço de parabéns pelo dia de hoje, em reforço do que te enviei por "e-mail"!

Em relação aos 66, deixa lá, já te levo uma certa dianteira com os meus 68! Também não se está mal por aqui, por esta idades...

Um grande, grande abraço!

Mar de Bem disse...

O NOSSO DANIEL FAZ ANOS HOJE!!!
Estamos de parabéns!!!

Dei de caras com a escrita do Daniel, graças ao Delfos (o culpado da nossa e para sempre amizade!!!). Mas queria mais. Eu queria ver quem assim sentia e escrevia.

...a camioneta era ronceira. O caminho longo e sinuoso, mas eu queria ver o Daniel; a tarde corria demasiado devagar e eu queria ver o Daniel; saímos da estrada numa curva sem infinito para percorrermos a pé um trajecto que me tornava "desensofrida", porque urgia ver o Daniel. Chegamos à praia dos Moinhos em Porto Formoso e a minha prima dizia : "tanto trabalho. E se o Daniel não vem?". Apenas lhe disse: "eu sei que ele vem!"
E veio o Daniel, poço de sabedoria, de uma simpatia singela e com a imagem real, que Deus lhe deu, de poeta/filósofo.

Guardo o Daniel dentro da minha alma. Foi uma benção que Deus me deu!

E p'ró Daniel, não vai nada?
Vai tudo!!!
Beijos e abraços de parabéns para todos os que fazem parte da vida do Daniel...ah, e para ele também!

As nossas vidas já não passam sem ti, Daniel de Sá. Já viste a tua obrigação?

Eduarda disse...

Ao nosso amigo Daniel,os meus parabéns sinceros e que continue,com o brilho que tem na alma,a ser LUZ e VIDA em nós.
Como prova de amor e carinho,aqui deixo este poema de Pessoa (heterónimo R.Reis):

Para ser grande,sê inteiro:nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha,porque alta vive.

Abraço
Eduarda

mariana disse...

Muitos parabéns e felicidades e um grande beijinho.

Os amigos da prof. disse...

Ora então aqui fica um abraço de parabéns para o "nosso"Escritor açoriano que já conhecemos de algumas leituras e do recreio das letras.
Conte muitos e com saúde.

jv disse...

Daniel,consola, quando somos agradavelmente surpreendidos por aqueles que nos são próximos e muito mais quando o somos pelos nossos filhos.
A «oferta» do Rodrigo, presenteou-nos a todos, o meu obrigado a ele e os meus parabéns para ti pelo teu aniversário.
Comungo com tudo o que aqui foi dito,por o ter sabido, presenciado e vivenciado desde há muito, o que faz de mim um privilegiado, que é como realmente me sinto.
Gostaria de dizer à Ibel que o Daniel é um escritor de S.Miguel que viveu em Santa Maria, que foi realmente um local que o marcou muito, pela intensidade afectiva de todas as circunstâncias que rodearam a sua vivência aí e neste sentido,é, verdadeiramente, um escritor de S.Maria.
Um grande abraço.
José Fernando.

laura disse...

Vejo que preciso de vir cá mais vezes. Hoje vim, depois de ler o texto da Ibel no blog dela.
Muitos parabéns.É certamente uma pessoa muito especial.

Paulo Assim disse...

Bom, a mim, que estou tão longe da realidade açoreana, só me resta crer nas palavras que vou lendo e assimilando por aqui.
Um abraço de parabéns daqui dos lados do Pinhal de Leiria!
:)

antónio fidalgo disse...

Também eu me quero associar à festa, eu o Fidalgo! Que a festa da existência seja constante, embora seja mais animada no dia de anos! Que este dia se repita muitos mais anos e que nós possamos aplaudir a alegria de termos um amigo! Abraços

António Fidalgo disse...

Também eu me quero associar à festa, eu o Fidalgo! Que a festa da existência seja constante, embora seja mais animada no dia de anos! Que este dia se repita muitos mais anos e que nós possamos aplaudir a alegria de termos um amigo! Abraços!

Anónimo disse...

Olá Daniel,

Um abraço apertado, do tamanho do oceano que nos separa, que em termos espirituais é, todavia, diminuto.

Parabéns.

Beijinho terno

Mafalda e Francisca

Daniel disse...

Amigos queridos
Se não fosse ir ficando cada vez mais velho, valeria a pena fazer anos com frequência para sentir este calor benfazejo da amizade.
Desconto algum exagero bem intencionado pelo que significa uma data destas no percurso da nossa vida.
Para todos, o meu emocionado reconhecimento.
Abraços fortes e sentidos.
Daniel

Anónimo disse...

Daniel:

Deixei-lhe uma nota sobre o seu aniversário, mas no post abaixo. Devia tê-la colocado aqui, no lugar certo, mas não reparei. Foi a Ibel que me avisou.

Beijinhos da Sol

samuel disse...

Parabéns a vocêêêê... (claro que estou a cantar...)

Grande abraço.

Daniel disse...

Com Sol e uma cantiga, nada melhor para fechar o registo deste desfile de amigos.
Obrigado a ambos.
Um par de abraços.
Daniel

CS disse...

E muita saúde para continuar...

Daniel disse...

CS
Obrigado. E para ti também.