segunda-feira, 24 de maio de 2010

Para Elisa


Numa cidade com "Memória", o longo adeus do Sol de cada dia.
(fotografia Nuno Sá, gentilmente cedida por Ver Açor)

20 comentários:

Eduarda disse...

Belíssimo «adeus do sol»,Daniel!
É uma cidade do sul de Espanha?
Abraço saudoso de Maio.

Daniel disse...

Eduarda
Nem tudo o que é belo não é português. Se a Maria do Amparo aparecer por aqui vai reconhecer de imediato esta cidade. A Memória é aquele monumento em forma de pirâmide construído em homenagem a D. Pedro IV.

Segadaes disse...

Caro Amigo Professor Daniel de Sá,

antes de mais peço desculpa pela intromissão em tão prestigiado espaço de cultura, protagonizado quer através do seu autor como dos diversos intervenientes.
Queria aproveitar este meu "abuso", para felicitá-lo por mais uma distinção, desta feita com a Insígnia Autonómica de Reconhecimento, atribuída pela Assembleia Legislativa Regional dos Açores. Uma distinção mais que justa e merecida, a um dos maiores nomes da literatura nacional.
Neste "cantinho" à beira-mar plantado, actualmente tão sedento de ânimo e lucidez, de vez em quando ainda se vão lembrando dos seus mais relevantes cidadãos.

Um abraço,
Helder Segadães

vovó disse...

oh! se conheço! :)... e passo por aqui... e passei muito pela Memória...

linda foto. o filhote (não é? :)...) sabe-a toda! :)...
beijocassss
vovómaria

Daniel disse...

Helder, está desculpada a indiscrição pela amizade que trouxe dentro.
Vovó, este Sá não é da família. Mas é um ilustre portador do nome. O meu filho é Rodrigo, e é o editor do blog. Tenho estado ocupado até à exaustão. Por isso apareço pouco ou nada no meu e em outros blogues. Mas penso que esta foto vale bem meia dúzia de artigos.
Abraços.
Daniel

vovó disse...

Caro Daniel! :)

então, Força aí nesses trabalhos! :)... e é isso, Rodrigo! sorry... sorry...

beijocassss
vovómaria

samuel disse...

Até eu, que não conheço o monumento de memória, mas apenas de vista... gosto muito da imagem. :-)

Abraço.

IBEL disse...

Todas as cidades têm memórias encantadas. Ou mouras. Morar e demorar o olhar nesse ouro entre negro e negro, "o longo adeus do Sol de cada dia"apetecerá, por certo. Que o diga o aguçado "pináculo de catedral" que o namora."Pelo sonho é que vamos"...

E parabéns pelo prémio. Já nem aos amigos confessas?ueshi

Daniel disse...

Samuel e Isabel
Angra do Heroísmo é uma cidade encantadora, realmente. Nos monumentos, nas ruas, na história e nas pessoas.
Abraços.
Daniel

Mar de Bem disse...

Oh, Daniel, estou tão contente com esta tua distinção. Mais uma, para contentamento dos teus amigos, porque p'ra ti, tanto faz. Não é?

Parabéns aos amigos do Daniel, por esta sua distinção.
Oh, Daniel, posso dar-te os parabéns?

Daniel disse...

Mar de Bem
Tudo o que vem de ti vem por bem, bem sabes. Dá-me o que quiseres, que eu nada recuso, portanto.
Obrigado, amiga. E, claro, o melhor do Mundo são as amigas como tu e os amigos como outros que por aqui aparecem.
Um abraço.
Daniel

Katharine Baker disse...

A foto é do obelisco ("Memória") na cima do Jardim Botânico em Angra, né?

Aliás, parabéns na honra na segunda passada no Corvo!

Muito prazer em conhecê-lo no encontro "Escritas dipsersas: converg6encia de afectos" em PDL nos fins de Outubro.

Anónimo disse...

Olá Daniel,

Soberba a fotografia... e contemplar esta paisagem ao som da música "Meditation de Thais", incluída no leitor do blog, torna-a ainda mais agradável aos olhos, aos ouvidos e à alma.

Beijinho grande


Mafalda e Francisca

Daniel disse...

Katharine, que grande e muito agradável surpresa vê-la aparecer nesta modesta sala! Bem-vinda e obrigado pelo que me diz.
Identificou bem o monumento. No entanto, embora costumem chamar-lhe obelisco, não o é de facto porque não é feito de uma só pedra.
Informação para os meus amigos do blogue: Katharine Baker é um dos grandes talentos americanos de ascendência açoriana. É escritora e tradutora de grande mérito.
Mafalda e Francisca
A foto é um primor, não apenas por o fotógrafo ser excelente (o Nuno já ganhou prémios internacionais) mas porque o modelo é lindo! Haveis de visitar Angra logo que puderdes.
Beijos também, queridas amigas.
Daniel

Katharine Baker disse...

"[O]belisco... é de facto porque não é feito de uma só pedra."

Obrigada pelas informações, Senhor Daniel -- outra vez nunca sabia nada disso :-) Kathie.

Katharine Baker disse...

Oops! Let's try this again:

"[O]belisco... é de facto feito de uma só pedra."

Obrigada pelas informações, Senhor Daniel -- outra vez nunca sabia nada disso :-)

Daniel disse...

Dear Katharine, please forget the "senhor" if talking about me.
Daniel

Kathie disse...

E daqui por diante chama-me Kathie!

Mar de Bem disse...

Hoje, por uma nota que vislumbrei na internet, aproveitei e consolei-me a ver a sessão do relançamento dum teu livro, creio que "Ilha grande fechada".
E ainda dizem que a internet nos torna ensimesmados, já que a partilha e intercâmbio de ideias se torna um pouco mais solitária!!! Como sabes, preciso dum tu cá tu lá, olhos nos olhos, mas à falta de melhor, antes assim.
A aparência formal da sessão foi neutralizada pelo jeito descomprometido e descontraído de falar do Manuel Freire. Não consegui ouvir as tuas palavras, mas terão sido parcimoniosas, já que não perdes tempo com congeminações simplórias ou gratuitas. Cada tua palavra é uma pedra duma construção para a eternidade. Nada em ti é efémero, excepto a tua própria vida. Tudo o mais, saído de ti e materializado em palavras, é eterno, porque assim o quis Deus que te deu a verve e tens obrigação de a pôr ao seviço dos outros,isto é, ao nosso serviço. BENZÓ DEUS!!!

Elisabete disse...

Não podia deixar de reconhecer a Memória, que é visível de muitos pontos a cidade de Angra.
Lindíssimda!!!!!